Golden Visa: Investimento sobe 2,9% no 1.º semestre para 383 milhões de euros

Tue 21 Jul 2020

A compra de bens imóveis continua a dominar o valor de investimento, com a China a liderar o número de concessões, seguida do Brasil.

O investimento captado através dos Golden Visa aumentou 2,9% no primeiro semestre deste ano, face a igual período de 2019, segundo contas feitas pela Lusa com base nas estatísticas do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). Nos primeiros seis meses do ano, o investimento total resultante da concessão de Autorização de Residência para Investimento (ARI) ascendeu a 383.003.719,56 euros e foram atribuídos 700 Golden Visas.

Em junho, o investimento captado aumentou em termos homólogos 21,9% para 89.100.660,55 euros. Face a maio (146.168.473,40 euros), o investimento recuou 39%. No mês passado, foram concedidos 171 Golden Visas, dos quais 162 por via da aquisição de bens imóveis (61 foram para reabilitação urbana) e nove através do critério de transferência de capital.

A compra de bens imóveis em junho totalizou 83,2 milhões de euros (a reabilitação urbana ascendeu a 22,2 milhões de euros) e a transferência de capitais 5,8 milhões de euros.

Do total das concessões de Golden Visa em junho, 45 foram provenientes da China, 22 do Brasil, 13 de África do Sul, nove da Turquia e outros nove do Vietname.

Balanço do programa
Em mais de sete anos – o programa ARI foi lançado em outubro de 2012 –, o investimento acumulado até junho passado totalizou 5.375.257.550,51 euros, com a aquisição de bens imóveis a somar 4.858.374.412,75 euros.

Do total de investimento em compras de imóveis, 235.340.240,34 euros correspondem ao requisito de aquisição tendo em vista a reabilitação urbana.

Já os vistos atribuídos por transferência de capitais totalizaram 516.883.137,76 euros.

Desde a criação deste instrumento, que visa a captação de investimento estrangeiro, foram atribuídos 8.907 ARI: dois em 2012, 494 em 2013, 1.526 em 2014, 766 em 2015, 1.414 em 2016, 1.351 em 2017, 1.409 em 2018, 1.245 em 2019 e 700 em 2020.

Até junho, em termos acumulados, foram atribuídos 8.389 Golden Visa por via da compra de imóveis, dos quais 653 tendo em vista a reabilitação urbana.

Por requisito da transferência de capital, os vistos concedidos totalizam 501 e foram atribuídos 17 por via da criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho.

Por nacionalidades, a China lidera a atribuição de vistos (4.631), seguida do Brasil (947), Turquia (427), África do Sul (364) e Rússia (337).

Leia o artigo na íntegra aqui.

 

Fotografia de Hugo Maciel em Unsplash

Our website, like many others, uses cookies to help us customise the user experience. Cookies are important to the proper functioning of a site. To improve your experience, we use cookies to remember log-in details and provide secure log-in, collect statistics to optimize site functionality and deliver content tailored to your interests.

Agree and Proceed
X